Bloco de Esquerda

1. O partido da arrogância, do paternalismo moral, do totalitarismo latente, do passado. Acha que os principais problemas do país são a homofobia, o racismo e a criminalização das drogas. Partido pretensamente moderno, pseudo-intelectual, da esquerda manienta. Debaixo das aparências, ideias velhas, mas limpas de resquícios proletários fora de moda.

2. O partido da coragem, da frontalidade, da verdadeira democracia, do futuro. Sabe que é preciso combater a falsa moralidade e a hipocrisia que se escondem por trás da homofobia e do racismo. Tem ideias novas, representa a renovação da esquerda e do país, é um partido jovem, que permite dar um abanão à sociedade esclerosada de um país parado.

Enviar um comentário