Português

Escreve-se e fala-se cada vez pior. Basta ler os escritores do século XIX, ouvir gravações antigas, escutar os nossos avós e depois comparar com os jornais de agora, a televisão de agora, os jovens de agora e temos uma boa radiografia da decadência da língua.

ou

Escreve-se cada vez melhor e fala-se cada vez melhor. Quem se queixa está apenas a repetir um chavão eterno (desde o Império Romano): que a língua está em decadência. Na realidade, confundem decadência com mudança e não vêem (bastava ir à RTP Memória) que a língua está bem e recomenda-se.
Enviar um comentário